<

O senhor dos anéis: o retorno do rei

28.05.04 por Bruno Oliveira
Talvez os extras de um DVD não sejam tão importantes assim. É claro que um material extenso sobre um filme que a gente gosta muito vale mais dez reais do nosso dinheiro, mas dificilmente a gente vê aqueles documentários mais que uma vez. Já um DVD bem tratado – com imagem widescreen anamórfica, som de qualidade, legendas bem feitas, e até uma embalagem robusta – é útil, pois é o filme que vemos várias vezes.

Ian McKellen: Gandalf com a mão na massaSeguindo a linha dos seus antecessores, o disco de O Retorno do Rei é feito com cuidado. Mas os extras são ruinzinhos; dois documentários de vinte e poucos minutos que repetem os mesmo trechos de entrevista, spots de TV, mini-documentários da Internet e um “Trailer da Triologia” muito sem graça – que perdeu a oportunidade de ser um clipe da já clássica trilha de Howard Shore, do jeito que o DVD de Gladiador faz com a música de Hans Zimmer. E o documentário da National Geographic é o mesmo que passa no NGC, que, quando vi, dias antes da estréia do filme nos cinemas, pensei “Eu ia ficar muito revoltado se comprasse um disco da National Grographic com um documentário deste nível”. Ironia… acabei comprando sem querer.

Agora, o filme é uma experiência de vida. E como ele arrecadou mais de um bilhão de dólares mundo afora, acho que todo leitor do Bonequinho Cego já viu. Atenção para a cena dos Cavaleiros de Rohan chegando em Pelenor, que é mais emocionante no filme que no livro – de arrepiar.

O Retorno do Rei: épico até o último olifanteMais do que justos, os onze Oscar. Analisando cada um deles, talvez não. Mas se a canção de Annie Lennox – que é muito inferior a de Enya, em A Sociedade do Anel – podia ter perdido para a empolgante musiquinha de Bicicletas de Belleville, sua fotografia pareceu mais merecedora do prêmio que a de Mestre dos Mares, apesar de nem ter concorrido nesta categoria.

Agora esperamos que Peter Jackson dirija o Hobbit, que haja uma mini-série da HBO sobre O Silmarillion, que os Contos Inacabados virem uma novela da Globo e que o as aventuras de Tom Bombadil virem desenho animado no Cartoon Network. Não duvide!

Um Comentário para “O senhor dos anéis: o retorno do rei”

  1. […] Na crítica de Harry Potter o Bonequinho havia falado que bons filmes infantis acabavam divertindo também os adultos. A um dia […]

RSS feed for comments on this post. And trackBack URL.

Deixe seu comentário